quinta-feira, 24 de abril de 2014

Haikai

O preço do amor é poesia.
Águas claras,
o rio plácido a refletir orquídeas cristalinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário