sexta-feira, 24 de março de 2017

take 360

Eu o vi descer pelo encanamento do prédio
soturno, ereto & cambaleante;
Equilibrando se em memórias d’uma lata de refrigerante, pálida…
e de contornos amassados por seis assimétricos furos;
Lá embaixo baforava camas elásticas de fumaça
a esperar o paraquedas abrir se
atordoado por chapiscos azuis do muro
a segurar uma testa que sangrava flores
crisântemos crescentes de tempo epiléptico
pífios parâmetros de vida
um Instagram da descida ao Inferno
onde nem Internet havia…

Nenhum comentário:

Postar um comentário